30/10/14

Governo do RN paga 91% dos servidores nesta sexta-feira (31); parcela restante fica para o próximo mês

As Secretarias de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan) e da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) informam que o calendário de pagamento dos salários dos servidores estaduais relativo ao mês de outubro será da seguinte forma:

- Nesta sexta-feira (31), ao meio dia, será creditado o pagamento de todos os servidores da Segurança, Saúde e Educação (inclusive UERN), bem como todos os servidores do DETRAN, IDEMA, DEI, JUCERN e IPEM, independente do valor do salário;

- Também na sexta-feira vão receber os servidores ativos e inativos das demais áreas que ganham até R$ 2 mil líquidos;

- No dia 10 de novembro, ao meio dia, serão creditados os salários dos servidores ativos e inativos que recebem acima de R$ 2 mil líquidos.

Assim, 93.464 servidores receberão o pagamento dentro do mês, o que equivale a 91% da folha do Estado.

Por Alderi Dantas, 30/10/2013 às 13:49

Outubro Rosa: Saúde de Assu reforça importância da prevenção do câncer de mama

Na área de saúde, o mês de outubro é conhecido como Outubro Rosa, e marcado pela conscientização sobre a prevenção do câncer de mama. Durante todo o mês diversas ações são realizadas na tentativa de alertar sobre a necessidade do diagnóstico precoce e os riscos que a doença pode trazer.

Neste período, a secretaria de Saúde do município do Assu mobilizou todas as equipes de Estratégias de Saúde da Família (ESF) com atendimento de ginecologista, enfermagem e orientação com o propósito de chamar a atenção das mulheres para a doença, incentivando diagnósticos cada vez mais precoces por meio de exames específicos como a mamografia e o autoexame.

O trabalho da secretaria de Saúde do município do Assu neste Outubro Rosa contou ainda com uma capacitação para os médicos e enfermeiros e a realização de quase 100 (cem) mamografias para mulheres na faixa prioritária, que vai dos 50 aos 69 anos.

Por Alderi Dantas, 30/10/2013 às 13:31

PF investiga vazamento e veracidade de depoimento de doleiro publicado na "Veja"

A Polícia Federal abriu inquérito para apurar as circunstâncias do vazamento e a veracidade de trechos de um depoimento em que o doleiro Alberto Youssef menciona a presidente Dilma Rousseff e seu antecessor Luiz Inácio Lula da Silva, como se soubessem dos casos de corrupção na Petrobras.

De acordo com O Globo, há suspeita de que Youssef teria sido estimulado a fazer o comentário para influenciar o resultado das eleições presidenciais. Os trechos do depoimento foram divulgados pela revista Veja no último dia 23 de outubro.

Dois dias antes, Youssef prestou depoimento, como fazia desde o começo da delação premiada. No dia seguinte, porém, um dos advogados solicitou uma retificação no depoimento.

O doleiro disse acreditar que, pela dimensão do caso, não teria como Lula e Dilma não saberem. No entanto, os trechos do depoimento foram publicados na revista, com a informação de que Youssef teria dito que os petistas sabiam do esquema.

Por Alderi Dantas, 30/10/2013 às 13:07

29/10/14

Banco do Nordeste apoia projetos sustentáveis na caatinga

Com uma área aproximada de 980 mil quilômetros quadrados, cerca de 11% do território nacional, o semiárido brasileiro é muito mais que o quadro característico de desolação, agravado a cada período de seca. Em que pese a irregularidade das chuvas, que compromete a agricultura de sequeiro e transforma a atividade pecuária em um jogo de perde e ganha, o bioma Caatinga tem um potencial a ser explorado com o uso racional e sustentável das florestas nativas: a comercialização de produtos madeireiros e não madeireiros.

Para fomentar este tipo de investimento, o Banco do Nordeste elaborou uma cartilha virtual sobre o que é o Manejo Florestal, suas características e as possibilidades de financiamento. Os financiamentos para projetos de Manejo Florestal Sustentável da Caatinga são feitos através das linhas de crédito FNE-Verde e Pronaf-Floresta.

O gerente do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), do Banco do Nordeste, Fran Bezerra, ressalta que ao mesmo tempo em que contribui para a redução do processo de desertificação da região Nordeste, o financiamento de projetos pelo Banco do Nordeste visa garantir a maior produção sustentável nos aspectos econômico, social e ambiental do semiárido.

A cartilha virtual pode ser acessada no Portal do Banco do Nordeste na internet (www.bnb.gov.br), no caminho Institucional / Responsabilidade Socioambiental / Linhas de Crédito Verde.

Por Alderi Dantas, 29/10/2013 às 20:10

Boletins de urna do segundo turno estão disponíveis no Portal do TSE

Os boletins de urna referentes ao segundo turno das Eleições 2014, realizado no último domingo (26), podem ser acessados no link Boletim de urna na web na área Destaque do Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet. Também podem ser consultados na barra em azul do Portal clicando em Eleições, depois em Eleições 2014 e, em seguida, Boletim de urna na web.

O TSE ressalta que a divulgação dessas informações é mais uma forma de dar ampla transparência ao processo eleitoral, pois permite ao cidadão verificar se o boletim de urna impresso na seção corresponde ao mesmo recebido pelo sistema de totalização de votos.

Selecionado o parâmetro desejado, os cidadãos podem consultar, além de informações sobre comparecimento na seção eleitoral e eleitores faltosos, o número de votos que cada candidato obteve em uma seção específica. Pelo link, também é possível acessar os votos dados a partido, brancos e nulos.

Por Alderi Dantas, 29/10/2013 às 19:06

UERN está com inscrições para curso de Letras a distância

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB/CAPES), oferta no PSV 2015 a primeira graduação a distância. O curso a ser ofertado para comunidade é Letras Licenciatura em Língua Portuguesa. As inscrições devem ser feitas exclusivamente via internet, pelo site da UERN (www.uern.br) ou através do endereço eletrônico da COMPERVE (www.uern.br/comperve) e segue até às 23h59min do dia 06 de novembro de 2014.

O curso disponibilizará 180 vagas, sendo 50% destinadas aos professores da rede pública de ensino que estão em plena atividade e a outra metade para alunos do ensino médio que devem comprovar a condição através de certificados de conclusão. O aluno dispõe da plataforma Moodle, que serve como ambiente de aprendizagem virtual, material didático impresso/digital e conta ainda com encontros presenciais previamente marcados. O acesso à internet é fundamental para o desenvolvimento das atividades.

O candidato pode optar pelos polos de apoio de Caraúbas, Guamaré e São Gonçalo do Amarante, onde acontecerão os encontros presenciais.

Mais informações: www.nead.uern.br

Telefone: (84) 3315 2204

Por Alderi Dantas, 29/10/2013 às 18:53

27/10/14

Eleitor que não votou e nem justificou ausência à urna deve procurar cartório eleitoral

O eleitor que não pôde votar nestas eleições e não justificou a sua ausência no mesmo dia do pleito tem prazo de 60 dias, após a data da votação, para apresentar justificativa ao juiz em qualquer cartório eleitoral.

A justificativa é válida somente para o turno em que o eleitor não compareceu. Assim, se o eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar sua ausência para cada turno, separadamente, obedecendo aos mesmos requisitos e prazos para cada um deles.

Para justificar a ausência, o eleitor deve apresentar o Requerimento de Justificativa Eleitoral pessoalmente em qualquer cartório eleitoral ou enviá-lo, via postal, ao juiz da zona eleitoral onde é inscrito, juntamente com a documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito, para que o juiz eleitoral a examine.

Impedimentos

Sem o comprovante de votação, ou de quitação de suas obrigações eleitorais, o eleitor fica impedido de exercer alguns direitos, tais como: inscrever-se em concurso público; ser empossado em cargo público; obter carteira de identidade ou passaporte; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial; obter empréstimos em bancos oficiais; e participar de concorrência pública ou administrativa.

Quem não votar em três eleições consecutivas - considerando cada turno uma eleição – e não justificar sua ausência terá sua inscrição eleitoral cancelada.

Essa regra não se aplica aos eleitores para quem o voto é facultativo - analfabetos, os que têm 16 e 17 anos, e os maiores de 70 anos - e aos portadores de deficiência física ou mental para os quais se torne impossível ou demasiadamente oneroso o cumprimento das obrigações eleitorais.

Eleitor no exterior

O brasileiro que estava no exterior no dia do pleito tem até 30 dias, contados de seu retorno ao Brasil, para justificar a ausência no cartório eleitoral.

Por Alderi Dantas, 27/10/2014 às 19:16 -  Com informações do TSE 

Dilma venceu nos 167 municípios do RN

A candidata Dilma Rousseff, que venceu no segundo turno da eleição em 15 estados do país, venceu em todos os municípios do Rio Grande do Norte, com uma maioria de 685 mil votos sobre o adversário Aécio Neves. Ela obteve 1.201.576 votos, o que representa 69,96% dos votos válidos. Aécio teve 516.011 (30,04%), segundo o Tribunal Regional Eleitoral.

O RN foi um dos poucos estados brasileiros onde a presidente conseguiu vitória nos grandes, médios e pequenos municípios e com diferença substancial. Em Natal, o placar foi de 222.585 (58,08%) a 160.678 (41,92%). Em Mossoró, segundo colégio eleitoral, a votação dela foi bem maior: 68,96 dos votos válidos.

Os números do TRE mostram que em relação ao primeiro turno, Dilma só não superou o número de votos obtidos em quatro municípios: São Tomé (-112), Pedra Preta (-63), Janduís (-24) e Caiçara do Norte (-22). Em dois municípios Aécio também teve menos votos que no primeiro turno. Foram eles São Bento do Norte (-39) e Riacho da Cruz (-25).

Os números também mostram que a adesão de prefeitos à campanha do senador Aécio Neves, anunciada num encontro promovido pelo deputado federal eleito Rogério Marinho (PSDB), a poucos dias da eleição, não teve peso suficiente para mudar o resultado nos municípios.

A análise feita levando em conta as 69 zonas eleitorais mostra que Dilma só perdeu na 1ª em Natal, por uma diferença de apenas 170 votos num universo de mais 44 mil votos válidos. Aécio teve 24.373 votos (50,17%) e Dilma 24.203 (49,83%). A primeira zona é onde votam os eleitores de classe média alta de Natal que moram numa área conhecida como Plano Palumbo.

Governo do RN

Para o governo do Estado, o candidato eleito Robinson Faria (PSD) venceu o segundo turno em 101 municípios e Henrique em 66. Robinson ganhou em Natal, Mossoró e Parnamirim os três maiores colégios eleitorais do Estado.

Por Alderi Dantas, 27/10/2014 às 15:00

Robinson afirma que realizou “sonho quase impossível”

O governador eleito do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), expressou a alegria pela vitória no segundo turno das eleições logo após a confirmação do resultado. Robinson recebeu amigos e correligionários em sua casa na espera pela divulgação do resultado que oficializou sua vitória e da presidente Dilma Rousseff.

“Agora foi uma vitória completa, com a reeleição de Dilma, da senadora Fátima e com a minha neste segundo turno. Esse foi o momento mais marcante da minha vida política, um sonho quase impossível”, declarou Robinson.

Antes, por meio da assessoria de imprensa, o candidato emitiu uma nota falando da vitória, dos números da eleição e prometendo “fazer um governo técnico”.

Abaixo nota na integra.

Nota da vitória:

Em primeiro lugar quero agradecer a Deus e aos mais de 877.196 mil potiguares pelos votos de confiança ao nosso projeto! A nossa vitória representa a vitória da liberdade, da coragem e da resistência. Representa a vitória do povo potiguar!

A minha esposa Julianne, brava companheira de todas as horas. Uma das primeiras que me incentivou nesta caminhada, a minha eterna gratidão e amor. Obrigado por cuidar da nossa família quando eu estive ausente, desbravando o Rio Grande do Norte. Obrigado por tudo!

Aos meus filhos, Fábio, Nathalia, Janine, Maria Fernanda, Maria Luiza e Gabriel, todos, cada um com seu jeito, pelo apoio constante, as palavras e o carinho. Vocês foram fundamentais!

Aos partidos de nossa coligação, PT, PC do B, PP, PT do B, PEN, PRTB e PTC, obrigado por acreditarem no nosso sonho.

A meu vice-governador, Fábio Dantas. Você foi um gigante! De forma estratégica, altiva e jovial, você será, sem dúvida, um excepcional companheiro de governo. Parabéns!

A minha senadora Fátima, a primeira de origem popular da história do nosso Estado. Fátima, muito obrigado! Você e o PT foram parceiros muito importantes e comprometidos com a nossa eleição!

Aos nossos deputados eleitos, José Dias, Fernando Mineiro, Galeno Torquato, Dison Lisboa, Cristiane Dantas, Carlos Augusto Maia, eleitos na nossa coligação Liderados pelo Povo, o nosso muito obrigado!

Aos nossos prefeitos, vereadores, ex-prefeitos, lideranças que nos apoiaram, motivaram e fizeram a campanha mais bonita do Rio Grande do Norte! Aos militantes de todos os partidos! O entusiasmo que vocês levaram às ruas contagiou o RN.

Muito obrigado!

Fui eleito para governar para todos os potiguares e por isso reafirmo o meu compromisso em fazer um governo técnico, focado na eficiência da máquina pública e no desenvolvimento social e econômico do Rio Grande do Norte.

Mais de quatrocentas mil pessoas ainda vivem abaixo da linha da pobreza. Por isso, como disse em toda a campanha, vou trabalhar para os últimos por mais justiça social, por um Estado mais solidário.

Não vou governar pensando na próxima eleição; eu vou governar pensando nas próximas gerações. E como disse o Presidente Lula, agora é hora de reconstruir a história política do Rio Grande do Norte.

Me alimentei de fé, coragem e resistência! LUTAREI PARA SER O MELHOR GOVERNADOR DA HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO NORTE.

Muito obrigado!

Por Alderi Dantas, 27/10/2014 às 09:06

26/10/14

Dilma é reeleita presidente do Brasil

O Brasil reelegeu Dilma Rousseff (PT) presidente da República. Com 100% das urnas apuradas, a petista conquistou 54.501.118 dos votos, contra 51.041.115 votos do adversário Aécio Neves (PSDB). A candidata somou 51,64% dos votos válidos, contra 48,36% do adversário.

Eram 20h35 quando todos os veículos de comunicação informaram ao País: Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores, será, por mais quatro anos, presidenta da República Federativa do Brasil. Foram mais de três meses de campanha eleitoral, uma disputa marcada por um clima político tenso e uma tragédia: a morte, em 13 de agosto, do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, candidato do PSB à Presidência.

Sucessora de Campos, a ex-ministra Marina Silva chegou a desbancar o candidato do PSDB, Aécio Neves, na disputa com Dilma – mas era fogo de palha. Abertas as urnas do primeiro turno, em 5 de outubro, a presidenta Dilma Rousseff saiu vitoriosa com 41,59% dos votos válidos, enquanto Aécio chegou a 33,5%.

A campanha do segundo turno foi marcada pelo embate direto entre os dois candidatos, tanto nas ruas como nos debates transmitidos pela tevê. Mas, na reta final a candidatura de Dilma foi alvo de uma sucessão de atos e fatos na tentativa de interferir no resultado das urnas, a começar pela matéria de capa da revista “Veja”, da Editora Abril e, por último, a disseminação criminosa de um boato sobre Alberto Youssef: o doleiro teria sido envenenado e morto nas dependências da Polícia Federal, em Curitiba. A informação foi desmentida pela PF. Youssef teve apenas uma variação de pressão arterial, e foi tratado em um hospital.

A eleição de Dilma consolida um projeto iniciado, em 2002, com a eleição de Lula. Ao longo de 12 anos, as metas de desenvolvimento, aliadas a programas sociais tirou 40 milhões de brasileiros da linha da pobreza absoluta e outros 30 milhões de pessoas foram colocadas na classe média.

Por Alderi Dantas, 26/10/2014 às 23:51

‘Zebra’ da eleição no RN, Robinson Faria é eleito governador

Somando no segundo turno da eleição 877.268 (54,42%) votos e uma maioria de 142.467 votos (8,84%), Robinson Faria (PSD) é eleito governador do Rio Grande do Norte surpreendendo uma grande estrutura.

Robinson entrou no processo perdendo em todas as pesquisas de opinião pública e com o lado adversário cantando vitória logo no primeiro turno.

Na trajetória inicial, Robinson enfrentou o presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves (PMDB), que reuniu no primeiro turno 18 legendas – totalizando aproximadamente 120 prefeitos e 900 vereadores – e, ainda, históricos adversários como a vice-prefeita de Natal Wilma de Faria (PSB), que pleiteava uma vaga no Senado e o presidente nacional do Democratas, José Agripino Alves, que negou legenda à governadora do estado, Rosalba Ciarlini, e disse que “subiria até em coqueiro” para pedir votos para Henrique Eduardo Alves.

Considerado o mais forte, no entanto, Henrique Eduardo Alves (PMDB) não conseguiu a maioria necessária para finalizar a eleição no primeiro turno e acabou derrotado neste domingo (26), ao conquistar apenas 45,58% dos votos.

ASSU

A votação no segundo turno para o governo do RN em Assu foi finalizada com uma vitória de Robinson Faria por 9.616 votos de maioria, como mostra os números a seguir:

Robinson Faria: 19.875 votos (65,96%)

Henrique Alves: 10.259 votos (34,04%)

HISTÓRICO

No primeiro turno, a disputa em Assu para o governo do RN foi fechada com Robinson Faria obtendo 13.809 (50,62%); Henrique Alves 12.003 (44,01%); Robério Paulino 1.289 (4,73%); Simone Dutra 93 (0,34%) e Araken 82 (0,30%)

Por Alderi Dantas, 26/10/2014 às 23:36

ARTIGO

“Como será a eleição de hoje no RN”?

Por Ney Lopes - Advogado e Jornalista

O segundo turno da eleição no RN será decidido hoje, 26.

Todas as etapas eleitorais vencidas, até o momento, levam a conclusão de que a eleição de 2014 foi marcada pela imprevisibilidade, ou seja, quando o povo quer o “impossível acontece”.

Jamais ninguém admitiria um candidato como Henrique Alves, que em nome da “paz e do amor” reuniu em torno de si “todos” – absolutamente “todos” – os grupos e pessoas tidos como lideranças políticas e econômicas no Estado, viesse a passar pelo “sufoco” que vem passando, com perspectivas reais de derrota.

Ao convencer Wilma de Faria a ser candidata ao Senado, Henrique mandou confeccionar o paletó e o vestido da posse dela.

Seria impossível a derrota dos dois, do vice e dos suplentes, na eleição majoritária.

Tudo estava “certinho” e “combinado” com antecedência, inclusive a confirmação de que o senador José Agripino e o seu partido apoiariam Henrique, Wilma e os companheiros da chapa pré-escolhida.

Todos os participantes do grupo político montado, sem exceção, zombaram de adversários, subestimaram quem tinha história e optaram por quem não tinha, humilharam e “escolheram” a dedo os seus aliados.

A “avalanche” eleitoral era tida como certa.

Seria fatal, sobretudo, após a finalização da cooptação DEM, partido que dobrou a espinha e se submeteu a tudo que lhe foi imposto por Henrique, Wilma e novos aliados.

A liderança do DEM-RN anunciou que subiria em pé de coqueiro para ajudar na vitória.

Depois, em Mossoró pediu votos para Henrique pelo “amor de Deus”.

O DEM-RN aceitou “cassar” filiados do partido, como a governadora Rosalba Ciarlini, que pretendia disputar a reeleição e o autor deste artigo (Ney Lopes), que tinha a pretensão de candidatar-se ao Senado.

Tirar Rosalba era imposição de Henrique.

Afastar Ney Lopes da eleição de Senado era a exigência número um de Wilma de Faria para poder aliar-se a Henrique, temendo a concorrência de um opositor com a experiência de mais de 30 anos de vida pública, bem avaliada nacionalmente.

Henrique, Wilma e suas chapas não admitiam concorrentes com credibilidade, para não correrem nenhum tipo de risco de derrota.

As articulações de alcova foram no sentido de isolar e excluir ambos da eleição de 2014, manu militari, utilizando como instrumento o próprio partido ao qual eles dois pertenciam.

Silêncio e desprezo, mesmo diante da violência praticada contra a esposa do autor desse artigo, que pertencendo ao diretório do DEM-RN foi impedida de votar na convenção realizada em Natal, sob suspeita de ilegalidade.

Quem contestasse o “complô” era logo humilhado, com a alegação de que assim agia por não ter sido convidado para o “banquete eleitoral”.

Na composição do grupo liderado por Henrique e Wilma foram afastados aqueles considerados “complicados”, indesejáveis e classificados como “resto”, ou seja, a escória da política local, sem nenhuma chance ou direito à sobrevivência política.

Cruel, muito cruel o que foi feito.

A pena era o isolamento, o desprezo, sem dó e sem piedade!

Surgiram Robinson e Fátima Bezerra.

Enfrentaram dificuldades iniciais, no próprio grupo político a que pertenciam.

Porém, com persistência superaram e partiram para a luta, com pouquíssimos aliados.

Logo no primeiro turno, o povo reagiu e a ex-governadora Wilma de Faria perdeu a eleição para Fátima Bezerra, por quase 200 mil votos.

Não há explicação para a derrota, senão falta de votos e outros fatores.

Nenhum apoio ou esquema econômico/político evitaria uma derrota com essa diferença expressiva no resultado final.

Aguarda-se agora a decisão popular hoje, em relação ao Governo do Estado.

Somente as urnas deste domingo darão a palavra final de uma eleição, que ficará na história política do Estado como a prova de que, quando povo quer, não tem “jeito”; o impossível acontece!

Será que as duas chapas – de Wilma e de Henrique – serão derrotadas?

Será que o povo percebeu em tempo as manobras escusas e em protesto manifesta apoio e solidariedade popular àqueles que Henrique, Wilma e aliados humilharam e cassaram as suas candidaturas, no período pré-eleitoral (leia-se Rosalba, Ney e amigos)?

O aparentemente “impossível” já aconteceu, na eleição de senador.

Falta saber se ocorrerá na eleição de governador.

Tudo indica que sim…

Postado em 26/10/2014 às 08:13 -  Artigo publicado originalmente no jornal "Gazeta do Oeste (Mossoró/RN) 

“Dilma avança em todas as classes sociais”, afirmam diretores do Datafolha

A candidata à reeleição pelo PT mostra crescimento tanto entre os mais ricos quanto entre os mais pobres, a afirmativa partiu do diretor geral do Datafolha, Mauro Paulino, e o diretor de pesquisas, Alessandro Janoni.

Em análise feita no jornal Folha de S. Paulo, os representantes do instituto explicam que, se em um primeiro momento o segmento intermediário da classe média foi o responsável pela vantagem da presidenta em relação ao candidato do PSDB, o cenário atual mostra um crescimento nas intenções de voto da petista tanto nos estratos mais ricos quanto nos mais pobres da população.

Além disso, a participação de Aécio Neves nas classes mais altas, onde alcançava seus maiores índices, caiu significativamente. O tucano teria ainda perdido votos em cidades importantes, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Por Alderi Dantas, 26/10/2014 às 07:55

RN: ‘zebra’ do primeiro turno poderá se confirmar no segundo

O Rio Grande do Norte viveu nesta eleição uma das disputas eleitorais mais acirradas. De um lado, o presidente da Câmara, Henrique Alves, do PMDB, dava como certa a sua vitória no primeiro turno, mas não foi isso que aconteceu. Apuradas as urnas, veio o que os analistas definiram como ‘zebra’, com ele somando apenas 47,34% dos votos válidos. O adversário, Robinson Faria, do PSD, ficou com 42,08%.

Diante do quadro, Henrique Alves modificou parte da equipe de campanha e adotou um marketing mais agressivo, apelando para as denúncias contra o adversário, o que acabou rendendo entre outras coisas perda de tempo de propaganda eleitoral por decisões judiciais.

Já Robinson Faria (foto), que iniciou a peleja eleitoral muito atrás e conseguiu pular para o segundo turno, foi confirmado pela pesquisa Ibope/InterTV Cabugi, divulgada neste sábado (25), em primeiro lugar na corrida ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte com 54% dos votos válidos, contra 46% de Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Portanto, a tendência de 'zebra' do primeiro turno no Rio Grande do Norte poderá se consolidar definitivamente neste segundo turno.

Por Alderi Dantas, 26/10/2014 às 07:13

Treze estados e Distrito Federal vão escolher governador neste segundo turno

O eleitor brasileiro volta às urnas neste domingo, 26, para a votação pelo segundo turno das eleições para governador em 13 estados e no Distrito Federal. O eleitor brasileiro estará escolhendo ainda entre a candidata a reeleição Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) quem governará o Brasil pelos próximos quatro anos.

A menos de 24 horas das eleições, novas pesquisas eleitorais mostraram que Dilma Rousseff (PT) manteve a vantagem na liderança do pleito diante de Aécio Neves (PSDB). Datafolha e Ibope apresentaram seus últimos levantamentos na tarde deste sábado (25), confirmando que Dilma Rousseff chega ao fim do segundo turno em vantagem sobre seu adversário.

Nos estados, a disputa ocorre entre os seguintes candidatos:

Acre: Tião Viana/PT e Márcio Bittar/PSDB
Amapá: Waldez/PDT e Camilo Capiberibe/PSB
Amazonas: Eduardo Braga/PMDB e José Melo/PROS
Ceará: Camilo/PT e Eunício/PMDB
Rondônia: Confúcio Moura/PMDB e Expedito Júnior/PSDB
Distrito Federal: Rollemberg/PSB e Jofran Frejat/PR
Goiás: Marconi Perillo/PSDB e Iris Rezende/PMDB
Mato Grosso do Sul: Delcídio/PT e Reinaldo Azambuja/PSDB
Pará: Helder Barbalho/PMDB e Simão Jatene/PSDB
Paraíba: Cassio Cunha/PSDB e Ricardo Coutinho/PSB
Rio de Janeiro: Pezão/PMDB e Marcelo Crivella/PRB
Rio Grande do Norte: Henrique Alves/PMDB e Robinson Faria/PSD
Rio Grande do Sul: José Ivo Sartori/PMDB e Tarso Genro/PT
Roraima: Suely Campos/PP e Chico Rodrigues/PSB

Por Alderi Dantas, 26/10/2014 às 06:55

23/10/14

Dia do Servidor Público será comemorado em diferentes datas

A Governadora Rosalba Ciarlini determinou que o feriado do Dia do Servidor, comemorado na próxima terça-feira (28), seja transferido para a sexta-feira (31).

Em Assu, O Diário Oficial do Município desta sexta-feira (24) publica decreto do prefeito Ivan Júnior determinando a transferência do feriado para a segunda-feira (27), com exceção dos serviços cujo funcionamento seja considerado essencial.

Por Alderi Dantas, 23/10/2014 às 21:18

Apae/Assu promove evento solidário

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), do Assu, promove nesta sexta-feira, 24, a partir das 21h, um evento de caráter solidário intitulado 'Noite dos APAExonados'.

O momento reunirá na atual sede da Apae/Assu (foto), Dida Bola, Nelsinho Santos, Cabral, Guilherme Lopes, entre outras atrações que animarão o público com um grande momento musical.

Toda a renda do evento será revertida para a construção do muro do terreno doado pelo poder público municipal para construção da sede própria da entidade. As mesas para o evento estão sendo vendidas na Drogaria Santa Clara (Centro) e na Apae/Assu ou você pode fazer contato com a organização pelos telefones (84) 9995 5577 / 9953 0152 / 9806 1111.

Por Alderi Dantas, 23/10/2014 às 17:13