09/12/16

Academia Assuense de Letras realiza sessão de posse de novos sócios efetivos e entrega prêmios do concurso ‘Jovens Contistas, Grandes Escritores’

Acontecerá nesta sexta-feira, 9 de dezembro, sessão solene e pública que marcará a posse de novos sócios efetivos na Academia Assuense de Letras e, ainda, a entrega dos prêmios aos vencedores do Iº Concurso Estadual de Literatura ‘Jovens Contistas, Grandes Escritores’. O evento terá lugar no auditório do Campus Avançado “Prefeito Walter de Sá Leitão, da UERN, em Assu (RN), às 19h30.

Os novos acadêmicos eleitos mediante escrutínio secreto e que passarão a fazer parte do quadro da Academia Assuense de Letras, são: Francisco das Chagas Pinheiro, na cadeira 9; Francisco Jobielson da Silva, cadeira 11; Francisco Wagner de Oliveira, cadeira 12 e Paulo Sérgio de Sá Leitão, cadeira, 13. As cadeiras têm, respectivamente, como patronos a professora Maria Eufrosina Fernandes, a professora e poetisa Maria Carolina Wanderley Caldas (Sinhazinha Wanderley), o médico e escritor Ezequiel Epaminondas da Fonseca Filho e o poeta João Natanael Soares de Macedo.

Além da posse de novos sócios, a solenidade será também o momento de premiação dos vencedores do primeiro concurso literário promovido pela Academia Assuense de Letras, denominado Concurso Estadual de Literatura ‘Jovens Contistas, Grandes Escritores’, em sua primeira edição dirigido, exclusivamente, às pessoas de naturalidade potiguar e/ou residentes no Estado do Rio Grande do Norte, com idade acima de 12 anos.

O concurso lançado por ocasião do primeiro aniversário de fundação da Academia Assuense de Letras premirá os três primeiros classificados com os valores de R$ 1.000, R$ 500 e R$ 300 respectivamente, diploma, troféu e a publicação dos seus contos em uma coletânea que reúne treze trabalhos selecionados por uma comissão julgadora composta por especialistas em Estudos da Linguagem e em Literatura Brasileira, jornalista e pós-doutorado em Linguística. O concurso contou com a participação de 38 autores e 50 trabalhos inscritos.

O livro intitulado “Jovens Contistas, Grandes Escritores – Contos Potiguares” produzido a partir da seleção dos contos participantes do referido concurso e edição da Academia Assuense de Letras estará disponível para venda ao público durante a solenidade desta sexta-feira, 9.

​A Academia Assuense de Letras (AAL), fundada em 23/01/2015 e registrada como associação civil, de direito privado sem fins econômicos, tem por finalidade o cultivo, a preservação e a divulgação do vernáculo, da literatura, da história e da atividade cultural em seus múltiplos aspectos.

No tocante ao quadro de acadêmicos que compõe a Academia Assuense de Letras temos a seguinte formação: Antonio Alderi Dantas (Cadeira 1 – Patrono: Palmério Augusto Soares de Amorim Filho); Auricéia Antunes de Lima (Cadeira 2 – Patrono: Celso Dantas da Silveira); Francisco de Assis Medeiros (Cadeira 3 – Patrono: Francisco Augusto Caldas de Amorim – Chisquito); Francisco José Costa dos Santos (Cadeira 4 – Patrono: Francisco Agripino de Alcaniz – Chico Traíra); Ivan Pinheiro Bezerra (Cadeira 5 – Patrono: Renato Caldas); Fernando Antônio Caldas (Cadeira 6 – Patrono: João Lins Caldas); e Fernando Antônio de Sá Leitão Morais (Cadeira 7 – Patrono: Silvia Filgueira de Sá Leitão). A presidência está sob o comando do acadêmico, historiador, escritor e poeta Ivan Pinheiro Bezerra.

Por Alderi Dantas, 09/12/2016 às 06:19

31/10/16

Em nota, reitoria e comunidade acadêmica da UERN responde à proposta do presidente do TJRN de privatização da Universidade

A declaração do presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador Cláudio Santos, defendendo a privatização da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) vem sendo recebida com “espanto e indignação”. Tudo surgiu após a entrevista do desembargador concedida à Inter TV Cabugi nesta segunda-feira (31).

De acordo com Santos, o Estado emprega atualmente R$ 20 milhões com o custeio da UERN, e esse valor seria reduzido pela metade caso o Governo oferecesse bolsas de R$ 1.500,00 (em média) para os estudantes que atualmente utilizam os serviços da Universidade.

Em resposta à declaração de Cláudio Santos, a Reitoria da Universidade lançou uma nota oficial intitulada de “A UERN é o Estado vivo”. A nota ressalta entre outras afirmativas que “os esforços das melhores inteligências do Estado deveriam se unir para formular soluções duradouras e viáveis para o desenvolvimento da região, e não apontar propostas mirabolantes, que apenas mascaram os graves problemas de distribuição dos recursos públicos entre os diversos Poderes e Órgãos do Estado”, conforme texto que segue:

Pública, gratuita e de qualidade: A UERN É O ESTADO VIVO

É com espanto e indignação que a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN toma conhecimento da declaração do presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte - TJRN, desembargador Cláudio Santos, durante entrevista ao RNTV 1ª edição desta data, sugerindo a privatização da UERN. A “proposta”, num improviso gerencial, não tem lastro jurídico, social nem econômico.

A UERN é um órgão estadual, criado por lei, que há mais de 48 anos vem formando pessoas nas mais diversas áreas do conhecimento, com ênfase nos profissionais para a educação básica, tanto na graduação quanto na pós-graduação.

A Universidade implementou diversas medidas para adequação de suas despesas à realidade orçamentária e financeira estadual, dentre as quais a implementação do teto salarial, racionalização de alugueis, descontinuidade de oferta de cursos em Núcleos Avançados de Ensino Superior, revisão de contratos, além de focar na captação de recursos fora do Erário Estadual, tais como convênios com a União e Entidades de Fomento.

Sugerir, por outro lado, que o Estado conceda bolsas de até R$ 1.500,00 para cada aluno, como opção ao enfrentamento do “custo” de R$ 20 milhões por mês, sem mencionar ou conhecer que a UERN conta com mais de 15 mil alunos, é um despropósito financeiro, dado que o montante ultrapassaria R$ 22,5 milhões, muito além do suposto “gasto” com a Instituição.

Nos momentos de crise, como a que ora atravessa o Rio Grande do Norte, os esforços das melhores inteligências do Estado deveriam se unir para formular soluções duradouras e viáveis para o desenvolvimento da região, e não apontar propostas mirabolantes, que apenas mascaram os graves problemas de distribuição dos recursos públicos entre os diversos Poderes e Órgãos do Estado.

PEDRO FERNANDES RIBEIRO NETO – REITOR

ALDO GONDIM FERNANDES – VICE-REITOR

COMUNIDADE ACADÊMICA


Alderi Dantas, 31/10/2016 às 17:03

07/08/16

ARTIGO

A essência das coisas

Por Walber Gonçalves de Souza - Professor (Centro Universitário de Caratinga)

A evolução da humanidade, através de tudo aquilo que o ser humano inventou e desenvolveu, permitiu uma série de alterações na própria maneira de viver. As distâncias continuam as mesmas de um ponto a outro, entretanto tornaram-se “encurtadas” pelas intermináveis formas que podem ser percorridas.

Imaginemos uma viajem entre duas localidades, até um momento da evolução quem quisesse percorrer este caminho o faria a pé, com a domesticação dos animais, entre eles o cavalo que tornou a viagem menos cansativa e mais rápida; logo em seguida as carruagens, anos depois as motos, os carros e finalmente os helicópteros e aviões. Todo este avanço não diminuiu a distância entre as localidades, mas permitiu que ela fosse percorrida cada vez mais rápida. Quanto maior a velocidade, menos tempo teremos para contemplar tudo aquilo que se encontra no percurso, toda a riqueza estampada na paisagem que pode ser apreciada e/ou um tempo para pensar sobre si mesmo.

Quanto maior a correria em que nos encontramos, proporcionalmente, menos visão das coisas nós teremos e aí é que entra uma questão que não deveríamos perder de vista, o valor que devemos dar à essência das coisas.

O olhar rápido, a correria, em muitos casos acaba provocando uma visão superficial de tudo. E aos poucos vamos nos acostumando a ver tudo e não enxergar nada. É interessante como paulatinamente as coisas muitas vezes se modificam e nós não nos damos conta das mudanças, justamente pelo fato de não nos termos permitido enxergar as alterações.

É claro que não é somente este o motivo, a correria se junta a tantas outras razões que fazem com que aos poucos a essência das coisas passa a não ser percebida.

Assim, temos pressa ao almoçar e não sentimos o gosto da comida, pressa em beber e não apreciamos o que estamos tomando, pressa nas palavras e acabamos não nos comunicando… a pressa em tudo faz da vida uma viagem em que não percebemos os detalhes.

Para o famoso filósofo grego Platão, a essência de todas as coisas está no bem, no belo e no verdadeiro. Mas o que será que Platão queria dizer com esta afirmação? Vamos tentar deduzir o que se passava na cabeça deste homem milenar.

Há um ditado popular muito conhecido que diz “fazer o bem sem olhar a quem”. A arte de fazer o bem, de querer o bem, principalmente sem olhar a quem, não é uma prática fácil em tempos de egoísmo e individualismo. Mas para Platão é o primeiro passo para conhecermos e vivenciarmos a essência das coisas.

Outro ditado popular, com um viés platônico diz que, “a beleza está no olho de quem vê”. Mas o belo, para Platão, vai além da estética, da percepção visual… é popularmente conhecida também, pela aquela famosa expressão, é importante perceber a “beleza interior”. E isto significa valorizar a essência das coisas, treinar o olhar para perceber as coisas boas que a vida nos proporciona.

“Conheceis a verdade e ela vos libertará!”, Outra famosa e conhecida frase, usada mais nos aspectos religiosos, mas que carrega tudo aquilo que Platão também quis mostrar com os seus ensinamentos. Para Platão, o uso da verdade, ou procurar ser verdadeiro se faz necessário para mergulharmos na essência das coisas.

Assim, conclui-se que para o filósofo a essência não é o objeto, o fato ou a circunstância específica, mas sim, a forma como nos deixamos envolver com cada situação ou com um determinado objeto. Percebendo assim, o bem, o belo e o verdadeiro em cada situação.

Postado em 07/08/2016 às 21:00

27/07/16

Eleições 2016

Entenda os seus eleitores e faça uma comunicação segmentada

Não é possível fazer um trabalho fundamentado de marketing político sem executar esforços para conhecer profundamente os grupos de eleitores, que geralmente são dois. Essa é a primeira e, talvez, a mais importante dica para começar a caminhada rumo a vitória em uma eleição. Marqueteiros que compreendem mal o cenário que estão incluídos estarão quase sempre fadados ao fracasso, dado que correrão o risco de formular estratégias equivocadas no decorrer de qualquer processo político ou eleitoral.

Existem muitas formas de se conhecer os eleitores. Das mais técnicas, como grupos focais, netnografia e pesquisas quantitativas, a conversas informais e aparentemente despretensiosas com populares. É importante que o marqueteiro e o agente político tenham um controle estatístico sobre os eleitores-alvo. Quando o perfil dos eleitores for significativamente diferente, é sempre sugerida a construção de diferentes grupos que mais tarde poderão ser utilizados para comunicação segmentada.

Faça bonito na sua campanha eleitoral com as dicas da AD Comunicação Integrada: 84 99919 4360 (Alderi Dantas).

Cresce número de municípios que podem ter 2º turno em outubro

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 92 municípios do país têm mais de 200 mil eleitores e podem eventualmente ter de realizar segundo turno, no dia 30 de outubro, para escolher prefeito e vice-prefeito. O primeiro turno está marcado para o dia 2 de outubro.

Das 26 capitais dos estados, 25 podem ter segundo turno em outubro. Não há eleições municipais no Distrito Federal e em Fernando de Noronha (PE). Em Tocantins, não há nenhum município com mais de 200 mil eleitores.

São Paulo é o estado com maior número de municípios com mais de 200 mil eleitores, sendo 28 no total. Em seguida, vem o estado do Rio de Janeiro, com dez municípios, Minas Gerais, com oito, e Paraná e Rio Grande do Sul, com cinco cada um.

Nas últimas eleições municipais, em 2012, 83 municípios tinham mais de 200 mil eleitores. Agora, outras nove cidades atingiram esse número no eleitorado e passam a contar com a possibilidade de segundo turno. São elas: Boa Vista (RR), Caucaia (CE), Caruaru (PE), Governador Valadares (MG), Santa Maria (RS), Santarém (PA), Praia Grande (SP), Suzano (SP), Taboão da Serra (SP).

Pela Constituição Federal (inciso II do artigo 29), deve haver eleição em segundo turno para prefeito quando nenhum dos candidatos obtém, no primeiro turno, mais da metade dos votos válidos, ou seja, dos votos dados exclusivamente aos candidatos que concorreram ao cargo. Neste caso, disputam o segundo turno os dois candidatos a prefeito mais votados.

Sistema de candidaturas da Justiça Eleitoral já tem primeiro registro aceito

O primeiro pedido de registro de candidaturas a prefeito e vice-prefeito das Eleições Municipais de 2016 foi da cidade de Batatais, interior de São Paulo. A solicitação partiu da coligação formada pelos partidos PSD e PMDB.

O prazo das convenções partidárias iniciou no último dia 20 de julho e segue até o dia 05 de agosto. A partir da escolha em convenção partidária, o requerimento de registro de candidatura a prefeito, vice-prefeito ou vereador pode ser apresentado até as 19h do dia 15 de agosto.

Apesar do primeiro pedido ter vindo do interior paulista, o primeiro registro aceito pelo Sistema de Candidaturas (CANDex) 2016 da Justiça Eleitoral, para prefeito e vice, procede de Coronel Murta, interior de Minas Gerais.

Eleitores X Grau de escolaridade

Metade dos eleitores do Rio Grande do Norte não tem o ensino fundamental completo. É o que apontam os dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com o levantamento, 49,56% do eleitorado no estado é formada por pessoas pessoas analfabetas, que sabem ler e escrever ou com ensino fundamental incompleto.

Segundo os dados apresentados pelo TSE, quando observada a escolaridade, a maior parcela do eleitorado tem o ensino fundamental incompleto, 28,17%. Além disso, 14,02% sabem ler e escrever, enquanto 7,35% são analfabetos. 0,02 não informaram o grau de escolaridade.

Enquanto isso, dentre os outros cerca de 50% dos eleitores, 19,96% tem o ensino médio completo e 17,19% tem o ensino médio incompleto. Apenas 7,63% do eleitorado tem o ensino superior completo.

Ao todo, 2.401.871 eleitores estão aptos a votar nas eleições municipais de 2016, segundo o TSE.

Evite encrenca

Ilustração: TSE

Alderi Dantas, 27/07/2016 às 19:00

26/07/16

Eleições 2016

Nem todo candidato é um Barack Obama

Baseadas nas principais regras do marketing, as orientações quando aplicadas de forma funcional têm o poder de influenciar positivamente o desempenho eleitoral de um candidato. Veja que todas as práticas usadas por Obama já haviam sido testadas com sucesso por outros anunciantes. Entretanto, o grande diferencial da sua campanha foi a amplitude das ações e o fato de todas as possibilidades da comunicação digital terem sido exploradas de maneira eficiente.

Barack Obama é uma MARCA que foi CRIADA praticamente do ZERO e tornou-se a marca mais lembrada e mais influente de todo o mundo em apenas 2 anos.

Obama, no entanto, tem outras diferenças. Uma delas foi ter dito sem soletrar a máxima: “Livre-se dos bajuladores! Mantenha por perto pessoas que te avisam quando você erra”.

Faça a campanha de forma eficiente e tenha uma boa eleição. A dica é da AD Comunicação Integrada: 84 99919 4360 (Alderi Dantas).

PERFIL DOS ELEITORES DO MUNICÍPIO DE ASSÚ EM 2016

Por Joacir Rufino de Aquino & Maurício Miranda, economistas e professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acaba de divulgar as “Estatísticas Eleitorais 2016”. As referidas informações, disponíveis para consulta pública na rede mundial de computadores (internet), permitem identificar o quantitativo de eleitores de cada município brasileiro, bem como retratar algumas características das pessoas aptas a votarem nas eleições que ocorrerão no início do mês de outubro do corrente ano.

Em relação à Assú, oitavo município mais populoso do Rio Grande do Norte (RN), o levantamento do TSE identificou 40.798 eleitores. Tal contingente representa 1,7% do universo potiguar, que conta com 2.401.871 votantes (http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas-eleitorais-2016/eleicoes-2016).

O eleitorado assuense é formado predominantemente por mulheres. Do total de registros, o público feminino representa a maioria, com 21.311 eleitoras cadastradas (52%), enquanto os eleitores homens com títulos identificados somam 19.487 (48% do total).

No que diz respeito à faixa etária, os dados compilados demonstram que os eleitores de Assú são majoritariamente jovens e pessoas abaixo dos 40 anos de idade. De cada 100 votantes da localidade, 17 têm entre 16 e 24 anos, 35 se encontram na faixa de 25 a 39 anos e 48 têm idade igual ou superior a 40 anos.

Já quanto ao nível educacional, os números oficiais publicados pelo TSE revelam uma realidade preocupante. Isso porque mais da metade do eleitorado assuense é analfabeto (10%), somente lê e escreve (15%) ou ainda não concluiu o ensino fundamental (26%). Por sua vez, apenas 4% estão cursando a graduação e 7% têm o ensino superior completo.

Nesse quesito, em particular, percebe-se que apesar dos esforços que têm sido feitos nos últimos anos no sentido de ampliar a quantidade vagas nas escolas, de se melhorar as condições do transporte escolar, do oferecimento de incentivos por meio de ajudas financeiras e da criação de vários programas de alfabetização de jovens e adultos, a situação ainda é bastante desalentadora.

As informações apresentadas possibilitam, assim, uma visão panorâmica do público das eleições no município em tela. Provavelmente, os candidatos a prefeito e vereadores antenados com realidade vão ajustar seus discursos e propostas de trabalho ao perfil de cada segmento demográfico com suas necessidades particulares.

Mas, além dos aspectos políticos mencionados, afloram outras questões relevantes. Entre elas, sem dúvida, fica patente que um dos maiores desafios do novo chefe do executivo municipal deverá ser a melhoria do precário quadro educacional vigente. Uma agenda progressista nessa área é estratégica para promover o desenvolvimento local. Afinal, a educação é um requisito essencial para garantir cidadania e ampliar as chances de inserção competitiva da população em idade ativa no mercado de trabalho.

Prestação de contas eleitorais

Com o objetivo de registrar a movimentação financeira da campanha e gerar prestação de contas eleitoral, já está disponível para download o Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE). O programa pode ser acessado no endereço eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em www.tse.jus.br.

Candidatos e partidos políticos devem estar atentos aos prazos estabelecidos por lei. O SPCE deverá ser instalado no computador do usuário para preenchimento das informações.

Este ano o sistema foi adaptado às mudanças referentes à Lei nº 13.165 (Reforma Eleitoral 2015). Dentre outras mudanças, a legislação determina o envio à Justiça Eleitoral dos dados sobre o financiamento a cada 72 horas, contadas a partir do recebimento da doação.

Candidatos não podem usar nomes vinculados à administração pública

Os candidatos que disputarão as Eleições Municipais deste ano não poderão utilizar como nome em seu registro quaisquer expressão ou sigla que façam referência a órgão da administração pública direta ou indireta, federal, estadual, distrital e municipal.

A proibição está contida no art. 31, §2º, da Res. TSE nº 23.455/2015 e tem como objetivo evitar que os candidatos beneficiem-se do trabalho desenvolvido nesses órgãos ou mesmo qualquer ligação que tenham para obter vantagem sobre os demais candidato

Ficam proibidas, portanto, nomes de candidatos que façam referências a órgãos públicos, tais como "Fulano do INSS", "Ciclano da EMATER", "Beltrano da Prefeitura", por exemplo.

Fique esperto!

Ilustração: TSE
Candidato não pode discursar em eventos oficiais pagos com dinheiro público. Isso pode trazer problemas não só para o candidato, mas também para o agente público que permite que isso aconteça.

Alderi Dantas, 26/07/2016 às 19:00

22/07/16

Eleições 2016

Candidatos X gatinhos fofos

Vender as ideias de um político em redes sociais não é coisa simples assim. Porque, além de contar com a descrença da população, ainda é preciso concorrer com fotos de gatinhos super fofos. Portanto, não pense que é fácil fazer o conteúdo chegar ao alvo desejado e, principalmente, fazer com que esses posts possam ser transformados em votos para vencer a eleição, e claro, vencer o gatinho também.

Mas, como vencer essas dificuldades? Sem dúvidas, a única saída é ter uma boa estratégia de marketing de conteúdo que aponte e convença as pessoas de que as bandeiras políticas do candidato merecem ser levadas adiante. Do contrário, é continuar assistindo o sucesso do gatinho.

Vocé é candidato? Então aproveite a dica da AD Comunicação Integrada: 84 99919 4360 (Alderi Dantas)

Processos eleitorais tem prioridade

Desde o dia 20 deste mês, os processos eleitorais tem prioridade de tramitação e julgamento para a participação do Ministério Público e dos juízes de todas as justiças e instâncias. São exceção apenas os processos de habeas corpus e mandado de segurança. A determinação é da Lei das Eleições (Lei 9504/1997).

A lei estabelece ainda que os advogados dos candidatos, partidos e coligações serão notificados sobre os processos pela Justiça Eleitoral com antecedência mínima de 24 horas.

Enquetes sobre eleições estão proibidas

A consulta informal, a popular enquete, está proibida pela legislação eleitoral. A determinação passou a valer desde a última quarta-feira (20).

A divulgação é considerada ilícita. Quem praticar pode ser punido com o pagamento de multa que varia de R$ 53 a R$ 106 mil. Conforme o parágrafo 3º do artigo 33 da Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições).

A Justiça Eleitoral permite a divulgação de pesquisas. No entanto, ela precisa estar registrada.

Propaganda eleitoral e os novos formatos

Quanto ao tamanho máximo permitido para a propaganda impressa, que era de 4 metros quadrados, houve uma redução significativa na Lei nº 13.165/2015, já que agora o tamanho máximo será de meio metro quadrado, tamanho que deverá ser obedecido inclusive para a confecção de bandeiras.

O tamanho máximo dos adesivos com propaganda eleitoral é ainda menor, sendo fixado as dimensões máximas de 0,4 x 0,5m (40cm x 50cm).

Tem havido certa confusão quanto ao tamanho que pode ser feito a propaganda nesse novo padrão, pois muitos acreditam que meio metro quadrado é uma propaganda de meio metro por meio metro (0,5m x 0,5m). Ocorre que nessa medição a propaganda somente teria 0,25m², ou seja, um quarto de metro quadrado. A metragem correta para se ter meio metro quadrado é meio metro por um metro (0,5m x 1,0m) ou, se quiser quadrada, pode-se adotar a medida de 0,7m x 0,7m.

Isso PODE!

Ilustração: TSE
Alderi Dantas, 21/07/2016 às 19:00

Justiça bloqueia R$ 1 milhão das contas pessoais do governador e dois secretários do RN

A Justiça determinou o bloqueio imediato de R$ 1 milhão nas contas do governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria; do secretário estadual de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino; e do secretário estadual da Administração, Cristiano Feitosa. De acordo com o Tribunal de Justiça, a decisão se deu porque não comprovaram o cumprimento de uma determinação liminar em Ação Civil Pública que trata da ausência de armas, letais e não letais, e de equipamentos para os agentes penitenciários do Estado. A decisão é do juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior, em substituição na 1ª Vara da Fazenda Pública de Natal.

A liminar determinava a compra, pelo Estado do RN, de armas, equipamentos e munições para os agentes penitenciários, fixando multa pessoal de R$ 1 milhão em desfavor do governador e dos referidos secretários em caso de descumprimento.

Por meio da assessoria, o governo informou que não vai se pronunciar sobre o bloqueio. Já o secretário estadual de Administração, Cristiano Feitosa, informou ao portal G1 RN que o juiz titular da vara da Fazenda Pública, Airton Pinheiro, determinou - em março deste ano - que o Estado teria um ano para comprar os equipamentos necessários a contar a partir da data da autorização do Exército. "A autorização do Exército foi emitida em abril deste ano, portanto, o governo teria até abril do próximo ano para adquirir os equipamentos. Ou o juiz não leu o processo ou agiu em deliberada má fé", disse Feitosa.

Alderi Dantas, 22/07/2016 às 18:48

Concurso Público da UERN inscreve mais de 12 mil candidatos

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural Assistencial (IDECAN) divulgaram nesta sexta-feira (22) o número preliminar de inscritos no Concurso Público para preenchimento de 116 vagas, sendo 76 para professor e 40 para técnicos de nível superior e agente técnico administrativo (nível médio).

O IDECAN registrou mais de 20 mil inscrições, desse total, 12.660 pessoas efetuaram o pagamento da taxa, tendo suas inscrições homologadas de forma preliminar. Das 12.660 inscrições, 10.839 são para Técnicos (sendo 6.472 concorrentes de nível médio e 4.367 de nível superior) e 1.821 inscritos para o concurso Docente. Confira os detalhes da concorrência para docentes AQUI e para técnico AQUI.

A professora Cicília Maia, presidente da Comissão Central de Concursos, ressalta que a expectativa com relação ao número de inscritos foi superada. Agora, a Comissão se concentra nas próximas etapas do certame, com foco na realização das provas no dia 14 de agosto.

Alderi Dantas, 22/07/2016 às 17:45

21/07/16

Eleições 2016

Não basta usar a internet. É preciso uma boa estratégia

Daqui a menos de 30 dias começa o período propiciado pela Justiça Eleitoral para a propaganda política e a maior parte dos candidatos não tem ainda montado sequer o tripé de conhecimento necessário para uma campanha tão difícil: política, comunicação e tecnologia. Distante desta realidade, a turma tem apostado todas as fichas em apenas ganhar likes.

Com as limitações impostas pela lei para uso de redes sociais como a proibição de post patrocinado e com as medidas adotadas pelo Facebook na entrega do conteúdo, candidato que quiser colocar a sua campanha na internet precisa de profissionais – NÃO há espaço para AMADORISMO; conteúdo bem produzido e ferramentas para fazer o conteúdo chegar ao eleitor.

Para finalizar, é preciso dizer: NÃO BASTA USAR A INTERNET, O CANDIDATO PRECISA DE UMA BOA ESTRATÉGIA.

A dica é da AD Comunicação Integrada: 84 99919 4360 (Alderi Dantas)

Recorde de cassados é do RN

De acordo com levantamento feito pelo Portal G1 SP junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Rio Grande do Norte é o Estado brasileiro que teve proporcionalmente o maior número de prefeitos eleitos em 2012 cassados nos últimos quatro anos.

Ao todo, foram 16 cassações, com oito afastamentos definitivos e oito permanências no cargo por meio de recursos judiciais e liminares.

O Brasil teve, segundo o levantamento, 136 prefeitos cassados e retirados do cargo pela Justiça Eleitoral.

Além disso, outros 93 também foram cassados, mas se mantêm no cargo com liminares e recursos, a poucos meses de um novo pleito, que ocorre em outubro deste ano.

O levantamento não leva em conta os prefeitos retirados do cargo pela Justiça comum ou pelas Câmaras municipais. Também não inclui os cassados em primeira instância que já conseguiram reverter a decisão em instância superior e não respondem mais a processo.

A maioria dos prefeitos foi cassada em razão de captação ilícita de votos e abuso de poder econômico durante a campanha. Há também casos de conduta vedada pela legislação eleitoral. O dado de cassados no cargo e fora dele representa 4% do total de prefeitos eleitos em 2012 (5.568).

Votos brancos e nulos

Se as eleições municipais fossem hoje, e as pesquisas de intenção de voto acertassem, haveria mais gente votando nulo e branco do que na última disputa para vereador e prefeito, em 2012.

Uma das maiores oscilações é registrada na capital potiguar. Em junho de 2012, 12,3% dos eleitores em Natal diziam que votariam nulo ou branco — também conhecido como "não voto". Agora, segundo pesquisa Ibope realizada em 15 a 20 de junho deste ano, a taxa de intenção de votos nulos e brancos ficou em 23,8% — alta de 93,5%.

Ainda é cedo para concluir que a votação, em outubro, terá um maior número de votos brancos e nulos. As campanhas começam a veicular propagandas de rádio e TV em 26 de agosto e a disputa atrairá a atenção dos eleitores com mais intensidade apenas em setembro.

Contudo, é mais provável que haja aumento do número de votos brancos e nulos do que de queda. Para Glauco Peres da Silva, professor de ciência política da USP, o aumento de número de votos brancos e nulos pode estar relacionado a um “desânimo” dos eleitores com o cenário político atual. “As sucessivas crises dos últimos anos criam um ambiente de desconfiança”, diz.

Natal conta 11 pré-candidatos a prefeito

O prazo para as convenções partidárias para indicação dos candidatos nas eleições municipais deste ano começou a ser contado neste dia 20 de julho e vai até o dia 05 de agosto. Para a prefeitura de Natal são 11 pré-candidatos.

Luís Gomes – advogado e pré-candidato do PEN

Carlos Eduardo – prefeito e pré-candidato à reeleição pelo PDT

Márcia Maia – deputada estadual, nome do PSDB

Kelps Lima – deputado estadual, pelo Solidariedade

Jacó Jácome – deputado estadual, indicado pelo PSD

George Câmara – vereador em Natal, filiado ao PCdoB

Freitas Júnior – ativista social, integra a REDE

Fernando Mineiro – deputado estadual, é o nome do PT

Rosália Fernandes – servidora pública, filiada ao PSTU

Robério Paulino – professor universitário, disputa pelo PSOL

Rafael Mota – deputado federal, é o nome do PSB

Antes do prazo

Ilustração: TSE
Alderi Dantas, 21/07/2016 às 19:00

20/07/16

Eleições 2016

Postar apenas por postar, não vai adiantar

Uma das principais mudanças sociais causadas pelos avanços da tecnologia é a facilidade do acesso à informação. Hoje, além de chegar a lugares que dificilmente chegaria através do ambiente offline, a informação tem velocidade praticamente instantânea.

O que isso significa, em termos eleitorais? Que os candidatos precisam estar antenados em diferenças relevantes de hábitos que essa nova geração apresenta em relação aos seus pais e avós, como os meios pelos quais eles se informam.

Assim, é essencial que os políticos não só tenham uma presença efetiva no ambiente online, como faça uma abordagem estratégica e focada em distribuir conteúdos de valor. Postar apenas por postar, não vai adiantar.

Essa é uma dica da AD Comunicação Integrada: 84 99919 4360 (Alderi Dantas)

Limite de gastos para eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quarta-feira, 20, os limites de gastos para as campanhas na eleição municipal deste ano. Nos cerca de 3.800 municípios brasileiros com até 10 mil eleitores, o limite será de R$ 108 mil para campanha de prefeito e de R$ 10,8 mil para vereador, segundo a lei da reforma eleitoral de 2015.

Segundo a tabela, os candidatos a prefeito de Assu – município com 40.798 eleitores – ficarão limitados a gastar R$ 290.107,51 e os candidatos a vereador R$ 36.278,32.

Palestra eleitoral

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, em parceria com a Federação das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte (FECAM/RN) e o escritório Erick Pereira Advogados, estão promovendo um ciclo de palestras eleitorais com o tema "O que muda nas eleições 2016", nas cidades de Assu e Caicó. As palestras irão capacitar e preparar os pré-candidatos, dirigentes partidários, assessores e interessados no tema para as modificações que serão aplicadas nas eleições deste ano.

A coordenação jurídica do evento é do advogado Erick Pereira, atual coordenador da Comissão Especial de Direito Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nacional, e conta com a participação dos advogados Daniel Victor, Mário Gomes, Leonardo Palitot, e o juiz eleitoral Gustavo Smith.

As palestras acontecerão neste dia 21 de julho, às 19h30, no Cine Teatro Pedro Amorim, em Assu; e 28 de julho, às 8h30, no Centro Dom Wagner, em Caicó, e irão abordar propaganda eleitoral, redes sociais, condutas vedadas e prestação de contas.

CNBB lança cartilha sobre as eleições 2016

Com o título: “Eleições municipais 2016: resgatar a dignidade da política” foi lançada a cartilha da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para orientar a população e trazer reflexões sobre a escolha de prefeitos e vereadores nos pleitos municipais de outubro deste ano.

A cartilha é uma iniciativa da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da CNBB, do Centro Nacional de Fé e Política (Cefep), da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP) e do Conselho Nacional do Laicato (CNLB). O material contém sete encontros temáticos com reflexões sobre o cotidiano e as orientações da Igreja. O texto destaca a importância de “esclarecer e conscientizar sobre as exigências e o perfil dos candidatos para assumir o governo nos municípios nos próximos anos”.

A intenção da Igreja Católica com a cartilha é destacar temas abordados nos encontrais como a esperança, o resgate da dignidade na política, o combate à corrupção, a participação ativa dos cristãos na política e no processo eleitoral.

A CNBB é uma das entidades fundadoras do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e tem um histórico de participação pela construção da democracia no Brasil, tendo em vários momentos colaborado decisivamente para a melhoria de nosso sistema eleitoral.

A cartilha está disponível para compras no site da Scala Editora (AQUI).

Calendário Eleitoral


O calendário das Eleições Municipais de 2016 no Brasil foi aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 10 de novembro de 2015. O primeiro turno ocorrerá no dia 2 de outubro e o segundo turno no dia 30 de outubro. Ilustração: TSE

Alderi Dantas, 20/07/2016 às 19:00

04/07/16

Paróquia divulga resultado financeiro da festa de São João do Assu 2016

O padre Raimundo Alexandre de Oliveira - Padre Netinho - dirigente da paróquia de São João Batista do Assu, apresentou oficialmente no final da celebração deste domingo (3) através da Pastoral da Comunicação (PASCOM) o resultado financeiro da festa de São João Batista 2016. 

A paróquia arrecadou um valor bruto de R$ 154.068,55. Porém, somada a arrecadação e extraída as despesas no total de R$ 24.082,02, o valor líquido é de R$ 129.986,53. Desse total, a paróquia repassa 10% para o Seminário de Santa Terezinha (instituição da diocese de Mossoró formadora de seminaristas e padres) – conforme acordo estabelecido entre todas as paróquias, ou seja, R$ 12.998,53, ficando um saldo de R$ 116.987,88.

Alderi Dantas, 04/07/2016 às 06:50

17/06/16

A VERDADE VENCE: Henrique Alves pediu demissão depois que teve conta encontrada na Suíça pela Lava Jato

Investigado por suspeita de participar do esquema de corrupção na Petrobras, Henrique Alves (PMDB-RN) foi o terceiro titular da Esplanada de Michel Temer a deixar o governo em suspeição. E, segundo reportagem da Folha de São Paulo publicada nesta sexta-feira (17), o principal motivo foi uma conta não declarada da qual ele é beneficiário encontrada na Suíça pela Operação Lava Jato.

Os investigadores suspeitam que a conta era usada para recebimento de propina no exterior e apontaram para a reportagem que o caso do peemedebista é semelhante ao do presidente da Câmara afastado, Eduardo Cunha, que também mantinha uma conta em uma instituição bancária suíça.

Assim, cai a versão de que sua saída estava sendo motivada puramente pelas citações feitas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado sobre financiamento de campanhas eleitorais.

Alderi Dantas, 17/06/2016 às 20:00

IFRN oferta 196 vagas para cursos gratuitos de especialização

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) lançou nesta sexta-feira (17) seis editais de processo seletivo para cursos de especialização. Todos os cursos são gratuitos, com aulas presenciais. Os interessados devem se inscrever no período de 20 de junho a 4 de julho, no site de processos seletivos do IFRN (AQUI).

A taxa de inscrição no processo seletivo é R$ 30. A solicitação de isenção da taxa pode ser feita entre 20 e 23 de junho, no mesmo site de inscrições, por estudantes pertencentes à família de baixa renda que comprovem inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). A seleção de estudantes será realizada a partir da análise de currículo acadêmico e do histórico do curso de graduação, observando-se o Índice de Rendimento Acadêmico (IRA).

SOBRE AS VAGAS
São ofertadas vagas para Especialização em Educação de Jovens e Adultos no contexto da Diversidade (Campus Canguaretama - Edital 17/2016); Ensino de Ciências Naturais e Matemática (campi Currais Novos, Macau e Parnamirim - Edital 18/2016) e Gestão de Programas e Projetos de Esporte e de Lazer na Escola (Campus Natal-Cidade Alta - Edital 19/2016).

Os editais 20, 21 e 22 ofertam os mesmos cursos com vagas reservadas a servidores efetivos do IFRN, portadores de diploma de graduação, que atuam como professores e/ou gestores.

Alderi Dantas, 17/06/2016 às 18:36

Governo do RN confirma que não vai antecipar parcela do décimo terceiro

A direção do SINTE/RN foi informada por parte da Secretaria de Estado do Planejamento de que a antecipação dos 40% do décimo terceiro dos servidores do Estado não será efetuada neste mês de junho como vinha ocorrendo nos últimos anos.

De acordo com a diretora de assuntos jurídicos do SINTE/RN, professora Vera Messias, o governo confirmou nesta quinta-feira (16) que não tem previsão de antecipação. Por enquanto, o governo apenas informa que o pagamento será efetuado até o mês de dezembro, prazo final determinado pela lei.

Alderi Dantas, 17/06/2016 às 17:49

14/06/16

Assu conquista 27 medalhas no Natal Open de Taekwondo

A participação de atletas assuenses na 16ª edição do Natal Open de Taekwondo, que se realizou em Natal (RN), no último final de semana, rendeu 27 medalhas. Foram 14 medalhas de ouro, 09 de prata e 04 de bronze.

A delegação assuense foi composta por atletas dos projetos Team Taekwondo Escola, Atleta Cidadão - gerido pela Associação dos Moradores dos Bairros Frutilândia I e II e Fulô do Mato (AMBFFM), e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, num total de 40 taekwondistas.

Coordenador técnico da Federação Potiguar e da Associação Assuense, Fábio Lourenço, informa que a próxima disputa que os atletas assuenses terão pela frente será o Campeonato Brasileiro de Taekwondo, nos próximos dias 25 e 26 de junho, em Londrina, no estado do Paraná.

O taekwondo assuense foi vitorioso ainda, na semana passada, com a conquista do atleta Paulo Ricardo, medalha de prata no Open Panamericano, disputado em Querétaro/México.

Por Alderi Dantas, 14/06/2016 às 23:39 - Com informações e imagens da Associação Assuense de Taekwondo

13/06/16

Presidente do TJRN e prefeito do Assu garantem construção de novo fórum em Assu

A construção do novo fórum de Assu foi tema de reunião nesta segunda-feira (13) entre o presidente do Tribunal de Justiça do RN (TJRN), desembargador Claudio Santos, e o prefeito do município, Ivan Júnior. No encontro, o gestor assumiu o compromisso de que a prefeitura fará a doação do terreno ao Judiciário, o que garantirá a construção do novo fórum.

O investimento anunciado pelo TJRN para a comarca é de R$ 4.341.765,99, para uma construção com área superior a 2 mil m², com recurso próprio do Tribunal. O presidente Claudio Santos ressaltou que os recursos estão assegurados e que a construção do novo fórum de Assu deverá começar ainda no segundo semestre deste ano.

Por Alderi Dantas, 13/06/2016 às 23:27 - Com informações da assessoria de comunicação do TJRN

10/06/16

Reitores da UFRN, UFERSA, UERN e do IFRN criam Forum das Instituições de Ensino Superior do RN

Reunidos nesta sexta-feira, 10, os gestores: da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) e Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte (IFRN), criaram o Fórum dos Reitores das Instituições Públicas de Ensino Superior do RN.

Na ocasião, foi discutida a defesa das Instituições de Ensino Superior (IES) públicas no atual cenário político brasileiro, mediante o compromisso delas com as metas do Plano Nacional de Educação (PNE). Os participantes debateram, também, a interlocução com a bancada do RN no congresso nacional e o contigenciamento orçamentário das instituições federais do RN (UFRN, UFERSA e IFRN). Tal situação tem dificultado a execução do planejamento anual, como o andamento de obras de expansão física, o cumprimento de compromissos administrativos assumidos anteriormente e os projetos de investimento nas instituições.

Por Alderi Dantas, 10/06/2016 às 23:13